Diogo Soares / Luís Ribeiro estão imparáveis no Challenge DS3 R1. Ao vencerem no Rali de Viana do Castelo, alcançaram novamente o título neste troféu.

Fez-se história no Challenge DS3 R1. Diogo Soares e o seu navegador Luís Ribeiro alcançaram a quinta vitória consecutiva na temporada em cinco provas, um feito praticamente inédito em troféus monomarca, o que lhes possibilita levarem para casa o título nesta competição, o que acontece pela segunda vez consecutiva.

Os principais pilotos do Challenge DS3 de 2017, proporcionaram nesta prova um grande espetáculo desportivo, com a liderança do rali sempre pressa por poucos segundos ao longo de toda a prova.

Ricardo Sousa / Luís Marques passaram 8 dos 11 troços que componham o Rali de Viana do castelo na liderança da prova, tendo vencido três troços. Um início de rali muito rápido permite a Ricardo Sousa manter na liderança por muito tempo, sendo só superado por Diogo Soares nos três derradeiros troços, depois desde ter vencido sete troços, seis dos quais de forma consecutiva, terminando em alta este rali.

Grande destaque para a prova de Hugo Lopes / Nuno Ribeiro, que mesmo não tendo vencido qualquer troço, andaram sempre muito próximo da liderança, revelando uma enorme competitividade. O terceiro lugar a 18s de Soares, não demonstra o que foi a prestação de Lopes neste rali.

Também muito competitivo e a lutar pela vitória, andaram Miguel J. Barbosa / Alberto Silva. Numa altura em que os quatro primeiros andaram separados por 8s, Miguel J. Barbosa viria a sair de estrada no final 7ª especial, hipotecando aí todas as suas aspirações face ao título.

Sérgio Brás / Rui Ribeiro foram a Viana do Castelo para continuarem a progredir nos ralis, sendo atingidos os objetivos propostos para este prova.

“Foi, provavelmente, o rali mais difícil que já fizemos dentro do Citroen. Entrámos "adormecidos" na parte da manhã, mas depois do almoço conseguimos vencer todos os troços. Foi um rali muito disputado, com diferenças à décima de segundo em vários troços. Tivemos de nos aplicar para chegar ao fim deste rali com mais uma vitória”, referiu no final Diogo Soares que sobre o título disse ainda que o mesmo “representa dois anos de muito trabalho. Estas vitórias todas são fruto de muito trabalho e dedicação da nossa parte e das equipas que nos acompanharam este ano. Infelizmente, para o ano teremos de parar por falta de apoios, mas saímos de consciência tranquila de que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para mostrar o nosso potencial”.

Tempos online do Rali de Sernancelhe: http://www.temposonline.camg.pt/PC/

Mais informações do Rali Sernancelhe / Aguiar da Beira em http://camg.pt/

CALENDÁRIO CHALLENGE DS3 R1

11 e 12 Março Rali de Castelo Branco CNR / TNRA
9 e 10 Junho Rali Vidreiro CNR / TNRA
1 e 2 Julho Rali do Marco TNRA / CRRN
21 e 22 Julho Rali de Sernancelhe / A. Beira TNRA / CRRC
8 e 9 Setembro Rali Viana do Castelo TNRA / CRRN
4 e 5 Novembro Rali Casinos do Algarve CNR / TNRA

O Challenge DS3 R1 regressa em 2017 a Viana do Castelo, para um dos ralis mais animados desta competição, numa prova que poderá já definir o campeão.

Diogo Soares / Luís Rodrigues estão imparáveis no Challenge DS3 R1 em 2017. Em quatro provas venceram as quatro e, por isso, são obviamente os principais favoritos a novo triunfo no Rali de Viana do Castelo, que a acontecer lhes dará a renovação do título nesta competição. Porém, Miguel J. Barbosa, Ricardo Sousa e Hugo Lopes estão cada vez mais próximo de Diogo Soares, pelo que quererão certamente alcançar a vitória no Rali Viana do Castelo, prova que estará na estrada dias 8 e 9 de setembro.

Para Victor Calisto, responsável pelo Challenge DS3 R1, o Rali de Viana do Castelo “é sempre uma prova imprevisível pelo que tudo pode acontecer. O domínio do Diogo Soares tem sido evidente, mas também tem sido evidente que todos os seus adversários estão mais rápidos de prova para prova, pelo que a oportunidade deles também está para chegar. Por certo que vai ser uma grande prova”.

O QUE DIZEM OS PROTAGONISTAS

Depois de quatro vitórias, Diogo Soares chega a Viana do Castelo com francas possibilidades de conquistar novamente o título no Challenge DS3 R1 e pretende fechar já, se possível, essas contas. “Como desde o primeiro rali do ano, os nossos objetivos para Viana serão tentar rodar nos lugares da frente e lutar pela vitória. Teremos que nos adaptar ao Citroen novamente, depois do Vinho Madeira de R2, mas esperamos fazer um bom rali e tentar fechar já as contas para o título”, afirma Diogo Soares.

Miguel J. Barbosa não se quer comprometer com a vitória em Viana do Castelo, mas o piloto de Famalicão diz que “vamos entrar neste rali como entramos nos anteriores. Como sempre vamos dar o nosso melhor tentando alcançar o melhor resultado possível”.

Para Ricardo Sousa, que corre pela terceira vez em Viana do Castelo, este poderá ser finalmente o seu rali. Contudo, o piloto diz que “o objetivo para Viana passa por tentar rodar no ritmo que conseguimos alcançar em Aguiar da Beira. A estratégia será tentar impor um ritmo forte desde o primeiro quilómetro de modo a que possamos estar na luta pelos lugares da frente”.

Hugo Lopes tem feito uma excelente evolução nesta temporada, com exibições mais rápidas e consistentes, apesar de alguns azares. O piloto de Viseu diz que “as ambições passam por lutar pelos primeiros lugares, depois de duas desistências já não é possível lutar por um bom lugar no campeonato, mas agora o objetivo é preparar o próximo ano e tentar lutar pelas vitórias nas provas. Vamos fazer o nosso melhor”.

Sérgio Brás vai continuar o seu processo de evolução, pelo que para Viana do Castelo o piloto refere que “para esta prova os objetivos são continuar a evoluir fazer quilómetros com o objetivo de tentar chagar o mais acima possível na classificação tentando imprimir um andamento em crescendo, sempre com o pensamento em terminar a prova nesta que é a minha quarta participação”.

O Rali de Viana do Castelo estará na estrada nos próximos dias 8 e 9 de setembro.

Mais informações do Rali do Rali de Viana do Castelo em www.cast.online.pt

CALENDÁRIO CHALLENGE DS3 R1

11 e 12 Março Rali de Castelo Branco CNR / TNRA
9 e 10 Junho Rali Vidreiro CNR / TNRA
1 e 2 Julho Rali do Marco TNRA / CRRN
21 e 22 Julho Rali de Sernancelhe / A. Beira TNRA / CRRC
8 e 9 Setembro Rali Viana do Castelo TNRA / CRRN
4 e 5 Novembro Rali Casinos do Algarve CNR / TNRA

Ao vencerem pela quarta vez em quatro provas do Challenge DS3 R1, Diogo Soares / Luís Rodrigues deram um importante passo na conquista do título, embora o Rali de Sernancelhe Aguiar da Beira tenha sido dos mais disputados de sempre nesta competição.

Ao contrário do que deixa transparecer a vitória de Diogo Soares / Luís Rodrigues, o Rali de Sernancelhe Aguiar da Beira foi tudo menos fácil para esta dupla, pois os seus opositores discutiram ao segundo a vitória nesta prova, que é a quarta do Challenge DS3 R1 desta temporada.

Miguel J. Barbosa / Alberto Silva começaram por ser os líderes do rali, depois da dupla passagem pela super-especial de abertura, mas logo na segunda especial do rali, no início do segundo dia de prova, Diogo Soares / Luís Rodrigues passaram para a liderança, mas apenas por um troço.

Ricardo Sousa / Luís Marques, ao vencerem a 3ª especial, assumiram o comando da prova, que só viriam a largar no penúltimo troço, depois de várias classificativas disputadas ao segundo com Diogo Soares e com Miguel J. Barbosa, que tinha entretanto perdido algum tempo.

O vencedor das três primeiras provas atacou forte na penúltima especial, que venceu pela maior margem em todos os troços disputados neste rali, subindo à liderança que viria a gerir no derradeiro troço para obter mais uma vitória, a mais difícil de todas até ao momento.

“Esta foi muito suada. Entramos a forçar demasiado nos primeiros troços e não vimos os tempos sair como queríamos. Tentamos mudar o "chip" para a segunda volta e os tempos melhoraram consideravelmente. A partir daí, foi tentar andar o mais rápido que conseguíssemos sem arriscar demasiado. Nunca pensei somar 4 vitórias consecutivas. Tenho de agradecer a toda a gente que tem tornado isto possível”, referiu no final Diogo Soares.

Na sua melhor prova da temporada, Ricardo Sousa ficou no segundo lugar a 8s de Diogo Soares, enquanto Miguel J. Barbosa foi terceiro a 29,2 do líder. Ainda em ritmo de aprendizagem dos ralis, Sérgio Brás / Rui Raimundo ficaram no 4º lugar a 4m50s do vencedor.

Tempos online do Rali de Sernancelhe: http://www.temposonline.camg.pt/PC/

Mais informações do Rali Sernancelhe / Aguiar da Beira em http://camg.pt/

CALENDÁRIO CHALLENGE DS3 R1

11 e 12 Março Rali de Castelo Branco CNR / TNRA
9 e 10 Junho Rali Vidreiro CNR / TNRA
1 e 2 Julho Rali do Marco TNRA / CRRN
21 e 22 Julho Rali de Sernancelhe / A. Beira TNRA / CRRC
8 e 9 Setembro Rali Viana do Castelo TNRA / CRRN
4 e 5 Novembro Rali Casinos do Algarve CNR / TNRA

O Challenge DS3 R1 vai entrar na segunda metade da temporada de 2017, com a realização do Rali de Sernancelhe / Aguiar da Beira, mantendo-se a expectativa sobre quem poderá derrotar Diogo Soares.

Três provas, três vitórias. É este um excelente “score” da dupla Diogo Soares / Luís Rodrigues na edição 2017 do Challenge DS3 R1, antes de partir para a quarta prova da temporada o rali de Sernancelhe / Aguiar da Beira, que estará na estrada nos próximos dias 21 e 22 de julho.

No entender de Victor Calisto, responsável pelo Challenge DS3 R1, apesar das três vitórias da dupla Diogo Soares / Luís Rodrigues “ainda nada está decidido em termos de contas finais. Para além da excelente prestação do Diogo Soares até ao momento, nota-se que os pilotos estão com andamentos cada vez mais semelhantes, o que perspetiva um Rali de Sernancelhe / Aguiar da Beira emocionante e de desfecho imprevisível”.

O líder absoluto do Challenge DS3 R1, Diogo Soares, diz que “vamos tentar manter o ritmo e tentar andar na frente do pelotão. Já mostramos alguma evolução desde o início do ano, em Castelo Branco, e vamos continuar a trabalhar para continuar a evoluir no sentido certo. Temos plena noção que os nossos adversários também estão cada vez mais fortes, e sabemos que a luta vai ser muito renhida até ao fim, tal como aconteceu no último rali”.

Miguel J. Barbosa tem vindo a subir de forma prova após prova, dizendo que “depois de efetuarmos um teste de preparação para este rali estamos mais confiantes. Prevemos mais uma vez uma disputa interessante pelo primeiro lugar”.

Ricardo Sousa quer regressar às boas exibições em Sernancelhe, tentando nesta prova recuperar algum dos pontos perdidos nas provas anteriores.

Hugo Lopes quer em Sernancelhe manter a subida de forma registada desde o início da época, pelo que “mais uma vez vamos dar o nosso melhor, vamos tentar acompanhar os tempos da frente e lutar por um lugar no pódio. É um rali longo mas vamos preparar bem o rali e por isso estamos confiantes de que podemos atingir os nossos objetivos”.

Depois dos quilómetros feitos na prova anterior, Sérgio Brás refere que “o principal objetivo para está prova será o mesmo da anterior, terminar, acumular quilómetros e experiência, tentando sempre que der andar rápido, mas sempre com o pensamento de terminar na melhor posição possível”.

O Rali Sernancelhe / Aguiar da Beira estará na estrada nos próximos dias 21 e 22 de julho.

Mais informações do Rali Sernancelhe / Aguiar da Beira em http://camg.pt/

CALENDÁRIO CHALLENGE DS3 R1

11 e 12 Março Rali de Castelo Branco CNR / TNRA
9 e 10 Junho Rali Vidreiro CNR / TNRA
1 e 2 Julho Rali do Marco TNRA / CRRN
21 e 22 Julho Rali de Sernancelhe / A. Beira TNRA / CRRC
8 e 9 Setembro Rali Viana do Castelo TNRA / CRRN
4 e 5 Novembro Rali Casinos do Algarve CNR / TNRA

Diogo Soares / Luís Rodrigues somaram nova vitória no Cahllenge DS3 R1, desta feita no Rali do Marco, continuando imbatíveis nesta competição.

Costuma-se dizer que não há duas sem três. Esta é uma máxima que se aplica na perfeição à dupla Diogo Soares / Luís Rodrigues que realizaram um Rali do Marco União de Freguesias de grande nível. Liderança da primeira à ultima especial de classificação e oito vitórias em troços nos 10 que foram disputados, dizem bem da superioridade que este piloto evidenciou nesta prova, passando assim a ser ainda mais líder do Challenge DS3 R1.

“Foi um rali onde a concorrência esteve extremamente forte. Tivemos de nos aplicar para conseguir andar na frente. Conseguimos impor um bom ritmo durante os dois dias do rali. Ainda assim fizemos um pião na 8ª especial, mas felizmente não passou de um susto. Agora vamos começar já a preparar o Rali de Aguiar da Beira, que se realiza no fim deste mês”, comentava no final do rali Diogo Soares.

Muito bem esteve igualmente a dupla Miguel J. Barbosa / Alberto Silva que rodaram sempre muito próximo dos tempos de Diogo Soares. Mesmo não tendo vencido qualquer troço, a verdade é que Miguel J. Barbosa, termina o rali a pouco mais de 21s do líder, alcançando um positivo segundo lugar.

Hugo Lopes / Nuno Ribeiro preparam melhor este Rali do Marco, o que se traduziu necessariamente num bom rali. A verdade é que o andamento da dupla de Viseu foi sempre muito vivo e competitivo, tendo mesmo vencido um troço, demonstrando que está cada vez mais competitiva nesta competição.

Apesar de também terem vencido um troço, Ricardo Sousa / Luís Marques não conseguiram materializar num pódio o bom andamento que vinham demonstrado no Challenge, mas este resultado permite mesmo assim que a dupla de Alenquer se mantenha na luta do título.

A derradeira posição foi para Sérgio Brás / Nuno Rodrigues da Silva, depois de um rali em que o objetivo era, acima de tudo, terminar.

Mais informações do Rali do Marco em http://cami.cronobandeira.com

Classificação do Challenge DS3 R1

CALENDÁRIO CHALLENGE DS3 R1

11 e 12 Março Rali de Castelo Branco CNR / TNRA
9 e 10 Junho Rali Vidreiro CNR / TNRA
1 e 2 Julho Rali do Marco TNRA / CRRN
21 e 22 Julho Rali de Sernancelhe / A. Beira TNRA / CRRC
8 e 9 Setembro Rali Viana do Castelo TNRA / CRRN
4 e 5 Novembro Rali Casinos do Algarve CNR / TNRA

Go to top